Ana Mafalda Leite

Poetisa luso-moçambicana e investigadora científica na área das Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, Ana Mafalda Leite nasceu em Portugal, mas viajou para Moçambique ainda muito nova, onde frequentou a Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo. Depois de uma estadia prolongada em Moçambique, regressou a Portugal, onde passou a exercer funções de docente na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
Enquanto poetisa, publicou Em Sombra Acesa (1984), Canções de Alba (1989), Mariscando Luas (1992, em colaboração com Roberto Chichorro e Luís Carlos Patraquim), Rosas da China (1999), Passaporte do Coração (2002) e Livro das Encantações (2005).
A obra de investigação científica distingue os seguintes ensaios :
. "A Ilha de Próspero de Rui Knofli ou a Ilha de Caliban na poesia moçambicana - notas em torno de um mito de origem cultural", in Camões, nº 6, Lisboa - Instituo Camões, 2000;
. "Lusofonias - Quando o Ibo se revê em Lisboa", in JL, 2000;
. "Lusofonias - As Novas Aventuras de Sandokan ou de Serpa Pinto?", in JL, 2000;
. "Lusofonias - As Parábolas de Mia Couto", in JL, 2000;
. "O Último voo do Flamingo", in Metamorfoses, nº 1 - Lisboa - ed. Cosmos, 2000;
. "Reflexões em torno dos conceitos de Regionalismo, Nacionalismo e Universalismo na Literatura Moçambicana", in Ata Colóquio sobre Literatura Moçambicana, Maputo, Universidade Eduardo Mondlane, Maputo, 2000;
. "A Fraternidade das Palavras", in Atas da Festa da Língua, Sintra, CMS, 2001;
Prefaciou também a "Obra Completa de Corsino Fortes", publicada in A Cabeça Calva de Deus, Lisboa, D.Quixote, 2001.
É também autora de vários ensaios, traduções, artigos e introduções e recensões críticas.
Enquanto investigadora e estudiosa das literaturas Africanas de Língua Portuguesa, Ana Mafalda Leite dá um forte contributo, ao lado de outros nomes importantes como Pires Laranjeiro, José Carlos Venâncio, Manuel Ferreira, Salvato Trigo e outros, quer para a descodificação dos textos dos escritores dos países lusófonos quer para a divulgação de uma literatura que, tendo como suporte a Língua Portuguesa, lhe imprime a sua própria expressão.
A sua experiência e domínio do conhecimento nesta área fazem dela uma presença indispensável em colóquios, conferências e outras iniciativas na área, como participante e como moderadora.
Em fevereiro de 2002, foi convidada, a par de outros escritores, para as jornadas literárias "Correntes de Escrita ", realizadas na Póvoa de Varzim.
Como referenciar: Porto Editora – Ana Mafalda Leite na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-08 06:43:39]. Disponível em