Anacreonte

Poeta, nascido cerca de 582 a.C., considerado um dos mais importantes do dialeto jónico. Faleceu, segundo a lenda, engasgado com um caroço de uva, em 485 a. C. A sua carreira esteve associada à corte dos tiranos (em Samos e depois em Atenas), restando da sua obra apenas alguns frgamentos. As Odes, que lhe chegaram a ser atribuídas, são 62 poemas escritos dentro da sua métrica e estilo, tendo sido compostas por diversos imitadores em diferentes épocas (bizantina e pós-clássica). Essa falsa poesia anacreôntica teve grande influência no Renascimento francês. Em Portugal, tanto Bocage como António Feliciano de Castilho foram influenciados pelas Odes, que delas fizeram traduções.
Como referenciar: Anacreonte in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-24 17:49:01]. Disponível na Internet: