análise gravimétrica

A análise gravimétrica ou gravimetria baseia-se na transformação do componente a determinar num material de composição bem definida, isto é, o constituinte a dosear é separado dos outros constituintes da amostra, seguindo um processo conveniente e tratamento adequado (seco e/ou calcinado) sendo depois determinada a massa do constituinte que se encontra sob a forma de uma substância de composição fixa e conhecida.
A análise gravimétrica insere-se nos métodos de análise química que podem ser classificados em dois grandes grupos: métodos químicos e métodos instrumentais. Os métodos químicos envolvem reações químicas em combinação com manipulação de objetos de vidro e instrumentos simples.
A gravimetria é sempre precedida por uma análise qualitativa para determinar a composição da substância em estudo. A partir da amostra representativa homogénea, pesada com exatidão e dissolvida (em água, ácidos ou álcalis), separa-se um precipitado insolúvel com o auxílio de reagentes apropriados e específicos. Este precipitado é filtrado, lavado seco (sendo necessário também pode ser calcinado) e pesado. Com base na equação da reação, a partir do peso da amostra inicial e do peso do composto isolado, calcula-se a composição quantitativa da substância.

Como referenciar: análise gravimétrica in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-06 17:42:56]. Disponível na Internet: