análise química qualitativa

A análise química qualitativa determina as identidades das substâncias numa dada amostra, isto é, pretende dar resposta à questão "o que é?". Esta resposta implica o reconhecimento da presença ou ausência de uma ou mais espécies na amostra a analisar, na maior parte das vezes, com base em informações prévias da sua potencial existência.
A amostra é normalmente submetida a tratamentos prévios, em função do seu estado físico, até se apresentar na forma em que a sua análise se torne mais simples.
O tipo de análise a realizar depende do facto da amostra ser constituída por matéria de origem orgânica ou por materiais inorgânicos. Se é constituída por matéria orgânica realiza-se uma análise elemental que consiste na identificação dos principais elementos químicos que entram na composição da matéria orgânica (carbono, hidrogénio, oxigénio, azoto, enxofre, halogéneos, etc.) ou efetua-se uma identificação de compostos simples numa amostra complexa.
Se a matéria é constituída por materiais inorgânicos, os tratamentos prévios a que se sujeita a amostra podem conduzir à formação de iões em solução, procedendo-se em seguida à sua identificação.
Os métodos de análise qualitativa podem ser físicos ou químicos. Os físicos são aqueles que se baseiam na relação entre a composição química de uma substância e algumas propriedades físicas. Os químicos são aqueles em que o elemento ou ião a identificar é transformado num composto que deve possuir determinadas características, tornando inequívoca a identificação da partícula em análise.
Os métodos de análise qualitativa podem ser realizados através de ensaios por "via seca", em que tanto o material em estudo como os reagentes encontram-se no estado sólido e a reação é realizada por aquecimento a alta temperatura, ou por ensaios por "via húmida", que se baseiam em reações entre ácidos, bases e sais, em solução aquosa, permitindo identificar diretamente, não os elementos, mas sim os seus iões.
Como referenciar: Porto Editora – análise química qualitativa na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-18 02:15:43]. Disponível em