André Gonçalves

Pintor português, nascido em 1692 e falecido em 1762, foi responsável pela mudança estética que se operou em Portugal no início do século XVIII, e que consistiu num abandono dos esquemas hispânicos do seiscentismo e na adoção dos esquemas italiano e francês, mais ricos e variados. As suas obras de maior renome são o teto da Igreja do Menino Deus, em Lisboa, alguns quadros da Capela dos Sete Altares, em Mafra, bem como o retábulo da capela do Palácio de Queluz. Muitos quadros seus encontravam-se em igrejas de Lisboa que foram destruídas pelo terramoto de 1755.
Como referenciar: André Gonçalves in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-07 22:32:18]. Disponível na Internet: