Andrea Palladio

Arquiteto italiano, Andrea Palladio, de nome verdadeiro Andrea de Pietro Della Gondola, nasceu em Pádua, em 1508, e morreu em Vicenza, na Itália, em 1580.
É um dos principais arquitetos do Renascimento italiano, começou a trabalhar como simples canteiro mas o seu valor foi reconhecido pelo Conde Gian Giorgio Trissino que lhe possibilitou uma educação humanista. Mais tarde, visitou os monumentos da antiguidade clássica em Verona, Istria e Roma, que estudou e analisou.
O seu protetor possibilitou-lhe também o contacto com membros da aristocracia da região que lhe encomendariam a conceção de numerosas "villas" pelas quais ficaria famoso.
Em 1546, recebe a incumbência para a remodelação da Câmara de Vicenza, conhecida por a Basílica, que realiza fazendo uso rigoroso das ordens arquitetónicas clássicas.
Nas suas villas usou os motivos da arquitetura clássica - pilastras, colunas, frontões - sem contudo lhes atribuir a monumentalidade inerente aos modelos da antiguidade mas sim conferindo-lhes uma escala humana. A mais famosa destas casas é a Villa Capra (1567), mais conhecida por La Rotonda, um edifício quadrado com um salão central redondo encimado por uma cúpula.
Em Veneza, projeta várias igrejas, a mais conhecida é San Giorgio Maggiore.
A sua última grande obra foi o Teatro Olímpico em Vicenza, inspirado nos teatros romanos e possuidor de um cenário permanente representando ruas com fachadas de estilo clássico.
Palladio foi também autor da obra I Quattri Libri dell'Architectura (1570) que ajudou a propagar o seu estilo por toda a Europa.
Como referenciar: Porto Editora – Andrea Palladio na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-18 14:33:28]. Disponível em