Angelina Jolie

Atriz norte-americana, Angelina Jolie Voight nasceu a 4 de junho de 1975, em Los Angeles. Filha do ator Jon Voight (1938- )e da modelo checa Marcheline Bertrand (1950-2007), estreou-se no cinema com apenas seis anos, figurando num filme escrito, interpretado e produzido pelo seu pai: Lookin' to Get Out (Aventura em Las Vegas, 1982). Ainda em tenra idade, apareceu em inúmeros anúncios publicitários infantis. Abraçou depois uma carreira de manequim profissional, tendo desfilado em Londres e Nova Iorque e entrado em videoclips de artistas categorizados como The Lemonheads, Meatloaf e Lenny Kravitz. Em 1992, matriculou-se no prestigiado Lee Strasberg Theater Institute onde teve aulas de expressão dramática. Voltou ao cinema sobretudo para desempenhar papéis secundários e atípicos: Cyborg 2 (1993), Without Evidence (1995) e Hackers (Piratas Cibernéticos, 1995), onde contracenou com o ator Jonny Lee Miller, com quem casaria nesse mesmo ano, numa mediática cerimónia onde compareceu vestida de calças de cabedal e uma T-shirt branca com o nome do marido gravado a sangue. Continuou a filmar embora em títulos com curta carreira comercial como Love Is All There Is (1996), Mojave Moon (1997) e Playing God (1997). Enveredou em seguida pelos telefilmes, tendo chamado a atenção da crítica e do público com Gia (1998), uma biografia verídica da modelo Gia Marie Carangi, uma jovem humilde que consegue ascender ao mundo da moda, mas é apanhada por uma sórdida malha de prostituição e drogas que a levam à decadência física e moral. As ousadas cenas de nu protagonizadas pela atriz tornaram Gia no telefilme com maior índice de audiência do ano e funcionaram como catapulta para papéis mais credíveis para Jolie: em The Bone Collector (O Colecionador de Ossos, 1999), encarnou uma polícia que auxilia um delegado forense tetraplégico (Denzel Washington) a encontrar um assassino em série. Em seguida, foi premiada com o Óscar para Melhor Atriz Secundária pela sua prestação em Girl, Interrupted (Vida Interrompida, 1999), onde desempenhou a personagem de Lisa Rowe, uma jovem encerrada numa instituição mental que se revolta contra o sistema e luta pela sua liberdade. Em 1999, divorciou-se de Miller para encetar um mediático idílio com o argumentista e ator Billy Bob Thornton com quem contracenou em Pushing Tin (1999) e de quem se veio a divorciar mais tarde. Participou também no filme de ação Gone in Sixty Seconds (60 Segundos, 2000) e encarnou a mítica heroína dos videojogos Lara Croft em Tomb Raider (2001), onde recusou duplo para as cenas mais arriscadas. Após ter terminado as rodagens de Original Sin (Pecado Original, 2001) no papel de uma aventureira bígama, foi convidada para ser Embaixadora da Boa Vontade das Nações Unidas, tendo visitado, nesse âmbito, campos de refugiados na Serra Leoa e no Paquistão. O sucesso de Lara Croft levou-a a representar o mesmo papel em Lara Croft Tomb Raider: The Cradle of Life (Tomb Raider: O Berço da Vida, 2003). Ainda nesse ano, contracenou com Clive Owen em Beyond Borders, de Martin Campbell, e em 2004 com Ethan Hawke e Kiefer Sutherland no thriller de D.J. Caruso, Taking Lives (Tirar Vidas); trabalhou ao lado de Jude Law e Gwyneth Paltrow na aventura Sky Captain and the World of Tomorrow (Sky Captain e o Mundo de Amanhã, 2004), de Kerry Conran; assumiu o papel feminino principal, ao lado de Colin Farrell, Val Kilmer e Anthony Hopkins, no épico realizado por Oliver Stone, Alexander, em 2004; e, no ano seguinte, juntamente com Brad Pitt, protagonizou Mr. e Mrs. Smith, um filme de Doug Liman que mistura comédia com crime e romance.

Como referenciar: Angelina Jolie in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 18:11:46]. Disponível na Internet: