Aníbal Aleluia

Jornalista e ficcionista moçambicano, Henrique Aníbal Aleluia, por vezes com os pseudónimos Roberto Amado, Augusto António e Bin Adam, nasceu em 1926, em Inhambane (Moçambique), e faleceu em 1993, em Maputo.
Concluiu os estudos primários na sua terra natal e os estudos secundários em Lourenço Marques (atual Maputo). Exerceu várias profissões desde aprendiz de caixeiro, enfermeiro, funcionário administrativo, solicitador, entre outras, profissionalizando-se, mais tarde, no jornalismo e na literatura.
Colaborou em várias publicações, como Itinerário, O Brado Africano, Voz de Moçambique, Charrua, Tempo, Vértice, para além de outras. Escreveu Mbelele e Outros Contos (1987), O Gajo e os Outros (1993) e, ainda por publicar, Contos Avulsos, Contos do Fantástico Litorâneo e Perfis Coloniais.
Como referenciar: Aníbal Aleluia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-24 14:32:12]. Disponível na Internet: