Anjelica Huston

Atriz norte-americana, Angelica Huston nasceu a 8 de julho de 1951, na cidade norte-americana de Santa Monica. O facto de ser filha do realizador John Huston abriu-lhe as portas para uma carreira artística, tendo-se estreado aos 18 anos num filme do pai: Sinful Davey (1968). Pouco depois, resolveu dedicar-se à sua carreira de modelo. Em 1973, conheceu o ator Jack Nicholson, tendo ambos contraído matrimónio nesse mesmo ano. Regressou ao cinema pela mão do realizador Elia Kazan, desempenhando um pequeno papel em The Last Tycoon (O Grande Magnata, 1976). Voltou aos papéis secundários, contracenando com o seu marido no remake de The Postman Always Ring Twice (O Carteiro Toca Sempre Duas Vezes, 1981). Quando todos os críticos lhe auguravam uma carreira de fracasso, o seu pai apostou nela para a sensual personagem de Maerose Prizzi em Prizzi's Honor (A Honra dos Padrinhos, 1985). Venceu o Óscar de Melhor Atriz Secundária e relançou assim a sua carreira. Trabalhou com Francis Ford Coppola em Gardens of Stone (Jardins de Pedra, 1987) e protagonizou o último filme de seu pai: The Dead (Gente de Dublin, 1987). Em 1989, terminou a sua ligação afetiva com Nicholson, refugiando-se no trabalho: foi dirigida por Woody Allen em Crimes and Misdemeanors (Crimes e Escapadelas, 1989) e repetiu a nomeação para Melhor Atriz Secundária pela sua personagem Tamara, uma mulher judia que regressa a casa depois de ter sido considerada morta em Enemies: a Love Story (1989). Depois de ter participado no filme infantil The Witches (As Bruxas, 1990), encarnou Lilly Dillon, uma mulher sensual que ganha a vida em vigarices, em The Grifters (Anatomia do Golpe, 1990), cuja prestação lhe valeu uma nomeação para o Óscar de Melhor Atriz. Contudo, o papel que lhe trouxe mais celebridade foi o de Morticia Addams, matriarca duma família insólita em The Addams Family (A Família Addams, 1991), uma adaptação cinematográfica duma série televisiva que fez furor nos anos 60. A partir daí, foi presença constante em filmes independentes ou telefilmes, tendo regressando às grandes produções com The Royal Tenenbaums (Uma Comédia Genial, 2001) e a comédia Daddy Day Care (O Guarda-Fraldas, 2003).
Como referenciar: Porto Editora – Anjelica Huston na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-06 18:32:41]. Disponível em