Anna Kournikova

Tenista russa nascida a 7 de junho de 1981, em Moscovo. Aos cinco anos recebeu a primeira raqueta de ténis. Esta foi oferecida pelos pais que tiveram de vender a televisão para a comprar.
Inicialmente, a ideia dos pais era apenas que fizesse exercício físico. A pequena Anna começou por jogar num clube ao pé de sua casa, ao mesmo tempo que prosseguia os estudos. Mas, aos onze anos mudou-se com a mãe para Flórida, nos Estados Unidos da América, para que pudesse aperfeiçoar-se com um treinador conceituado. Os treinos deram resultado e aos 14 anos venceu a Taça da Federação a convite da Seleção Russa. Kournikova tornou-se na mais jovem tenista de sempre a vencer a competição.
Ainda em 1995 venceu o Campeonato da Europa para tenistas até aos 18 anos. Com 15 anos, a jovem russa estreou-se no circuito feminino internacional, o WTA, no Open dos Estados Unidos, onde foi eliminada pela alemã Steffi Graf, na altura a número 1. Mas, mesmo assim, foi considerada a melhor estreante da temporada. No ano seguinte, melhorou as suas prestações e chegou às meias-finais do Torneio de Wimbledon, em Inglaterra, e venceu em Tóquio uma prova na categoria de pares ao lado da norte-americana Monica Seles. Os bons resultados tornaram-se uma constante e chegou finalmente ao top 10 do ranking feminino.
Aos 18 anos venceu pela primeira vez um torneio profissional em Midland, no estado norte-americano do Michigan, assim como alcançou o primeiro triunfo numa prova do Grand Slam (os quatro torneios mais importantes da temporada) ao vencer ao lado da suíça Martina Hingis a variante de pares do Open da Austrália. Nessa época, acabou o ano no primeiro lugar do ranking feminino de pares. Em 2000 regressou ao décimo lugar do ranking individual, numa altura em que já era treinada pela mãe.
Paralelamente à carreira desportiva, dedicou-se à publicidade, participando como modelo em campanhas para diversas marcas conceituadas e aparecendo na capa de inúmeras revistas.
Como referenciar: Anna Kournikova in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-02-21 16:57:16]. Disponível na Internet: