antanáclase

Figura de estilo em que se repete a mesma palavra no plano do significante, usando-a com significados diferentes. Tal como a sua etimologia indica (do grego, antanáklasis, significa "repercussão"), tem como objetivo estilístico o de repetição fónica, com efeito de eco. A antanáclase é geralmente designada por trocadilho nos manuais escolares. Como exemplos deste recurso estilístico, seguem-se os seguintes excertos:

"tan comprida de todo ben,
per boa fé, esto sei ben se Nostro Senhor me dê ben
déla, que eu quero gran ben"
(Pedro Garcia Burgalês, Cancioneiro da Ajuda, 87)

"perde a pena de voar
ganha a pena do tormento"
(Camões, Redondilhas)

"Em vão aos deuses vãos, surdos e imotos."
(Camões, Os Lusíadas, X, 15)

A antanáclase é um recurso também presente nas adivinhas populares:

"Uma meia meia feita,
outra meia por fazer,
digam lá se conseguirem,
quantas meias vêm a ser?"
(resposta: meia meia)
Como referenciar: antanáclase in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-24 10:49:38]. Disponível na Internet: