Antoine Laurent de Lavoisier

Considerado o fundador da ciência química moderna, Lavoisier nasceu em 1743, em Paris, e faleceu em 1794, após ter sido condenado à morte na guilhotina.
Em 1768, apenas quatro anos depois de ter concluído os estudos, entrou para a Academia das Ciências. Veio a lançar os alicerces da Química como ciência sujeita a regras e princípios racionais, como acontecia já com outras disciplinas, por exemplo a Física. Apoiado no trabalho experimental, definiu a matéria pela propriedade de ter um peso determinado, noção que desenvolveu paralelamente a um aperfeiçoamento da balança. Além disso, descobriu a composição da água e enunciou a lei da conservação da massa nas reações, essencial na História da Química, definindo o conceito de elemento como a substância que não pode ser decomposta pela ação de processos químicos. Na obra Traité Élémentaire de Chimie (1789), propôs uma nomenclatura química sistemática e racional.
Ao mesmo tempo que se dedicava aos seus estudos científicos, Lavoisier empenhava-se na intervenção política, que era, naquele momento (a Revolução Francesa), um campo de ação particularmente atraente. Foi suplente de deputado nos Estados Gerais de 1789, tendo sido depois nomeado, sucessivamente, membro da comissão incumbida de estabelecer o novo sistema de pesos e medidas, e secretário do Tesouro.
Como referenciar: Antoine Laurent de Lavoisier in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-20 14:25:27]. Disponível na Internet: