Antoni Gaudí

Arquiteto, urbanista, escultor e pintor espanhol, nascido a 25 de junho de 1852, em Reus, e falecido a 10 de junho de 1926, em Barcelona.

Filho de um caldeireiro, Antoni Gaudí i Cornet estudou e trabalhou em Barcelona, onde se encontra toda a sua obra de arquiteto e urbanista.
As suas realizações insólitas revelam uma personalidade fora do comum, provocando a admiração de muitos e gerando continuadas controvérsias.

Recusou os princípios académicos da arquitetura neoclássica, usou livremente as formas e as técnicas da arte bizantina, muçulmana, mudéjar e gótica, criando um estilo eclético e eminentemente pessoal.

Desde cedo manifestou um interesse particular pelas formas procedentes da Natureza - geologia, botânica, zoologia e anatomia - e pelos recursos e soluções próprios dos ofícios artesanais.

No Parque Guell, construído entre 1900 e 1914, afirmam-se as suas preocupações urbanísticas audaciosas, uma conceção nova do espaço e uma imaginação delirante na decoração dos bancos dos abrigos, feita de mosaicos informais: "colagens" de cacos provenientes dos mais variados objetos.

A Igreja Sagrada Família, iniciada em 1883, apesar de permanecer inacabada e construída sobre os fundamentos de uma igreja neogótica, é a obra onde o seu temperamento visionário melhor se manifesta.
Como referenciar: Antoni Gaudí in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-25 00:41:30]. Disponível na Internet: