António Calvário

Cantor romântico, natural de Lourenço Marques, atual Maputo, nascido a 17 de outubro de 1938, era ainda criança quando a sua família decidiu trocar Moçambique pelo Algarve.
Aos 18 anos foi estudar para Lisboa, tentando paralelamente a sua sorte como cantor. Inscreveu-se num curso da Emissora Nacional e ganhou o Festival da Canção Portuguesa, organizado por aquela rádio, com "Regresso", tema-título do primeiro disco. Em 1964 foi o vencedor do I Festival RTP da Canção com "Oração", um dos seus maiores sucessos de sempre. Com este tema, composto por Francisco Nicholson e Rogério Bracinha, levou Portugal pela primeira vez ao Festival Eurovisão da Canção, a 21 de março de 1964, em Copenhaga, Dinamarca. De entre os seus maiores êxitos estão "Chorona", "Sabor a Sal", "Mocidade", "Gente Nova, Nova Gente" e "Tu És".
Colaborou com outro nome da música dos anos 60, Madalena Iglésias, quer através de temas como "É Tão Bom Amar", quer no cinema, no filme "Sarilho de Fraldas". A sua passagem pelo cinema incluiu, nos anos 90, a participação em "Longe da Vista" de João Mário Grilo.
Como referenciar: Porto Editora – António Calvário na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-09 05:21:45]. Disponível em