António Carmona Rodrigues

Político e governante português, António Pedro de Nobre Carmona Rodrigues nasceu em 1956, em Lisboa. Em 1978 licenciou-se em Engenharia Civil, em Lisboa. Ainda a nível de habilitações académicas tirou um diploma em Engenharia Hidráulica, em Delft, na Holanda, em 1982, e o doutoramento em Engenharia do Ambiente, em Lisboa, em 1992. Após se ter formado em Engenharia em 1978, Carmona Rodrigues foi professor de Hidrologia e de Hidráulica nas licenciaturas em Engenharia do Ambiente e Engenharia Civil na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Simultaneamente, começou a participar e foi responsável por alguns projetos de investigação nas áreas de gestão de recursos hídricos e de modelação da qualidade da água. Ao longo de 24 anos trabalhou ininterruptamente na área dos recursos hídricos. Assim, durante este período esteve envolvido em diversos projetos importantes para Portugal a nível de planeamento de recursos hídricos, estudos de modelação matemática, obras hidráulicas, regularização fluvial e estudos ambientais.
Em 1993 foi convidado para assessor do secretário de Estado do Ambiente e dos Recursos Naturais, cargo que desempenhou até 1995, altura em que o governo social-democrata deu lugar aos socialistas. Neste período participou nas reuniões de negociações com Espanha para um novo convénio sobre o uso da água nos rios internacionais. A partir de 1996 passou a integrar o Concelho Nacional da Água e dois anos depois a Comissão Nacional Portuguesa das Grandes Barragens. Em 2000 e 2001 integrou a equipa de especialistas de apoio à elaboração do Plano Nacional de Água e entre 2000 e 2002 foi presidente da Comissão Diretiva da Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos. Ainda nesse ano, foi nomeado vogal do Conselho Superior de Obras Públicas.
Carmona Rodrigues iniciou a sua carreira política, através do Partido Social Democrata, em 2002 como vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa.
A 5 de abril de 2003 tomou posse como ministro das Obras Públicas, Transportes e Habitação no XV Governo Constitucional a convite do primeiro-ministro social-democrata Durão Barroso. Carmona Rodrigues substituiu o demissionário Valente de Oliveira. Em 2005, após a substituição de Durão Barroso por Santana Lopes no cargo de primeiro-ministro, assumiu a presidência da Câmara de Lisboa. Nas eleições autárquicas de 2005 tornou-se efetivamente o presidente da câmara por eleição.
Como referenciar: António Carmona Rodrigues in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-25 15:33:54]. Disponível na Internet: