aragonite

A aragonite consiste numa forma mineral anidra de formação rochosa de carbonato de cálcio (CaCO3).
A sua designação encontra-se relacionada com Molina de Aragón (Guadalajara), onde foram descobertas as primeiras ocorrências de minerais apresentando maclas pseudo-hexagonais.
A aragonite existe nas cavidades de calcário, depositada em cavernas de calcário, na forma de um precipitado em volta de nascentes quentes e de geisers, e em rochas metamórficas a pressões altas e baixas temperaturas. Também se encontra em conchas de um elevado número de moluscos e de corais e é o principal constituinte das pérolas.
A aragonite é um mineral esbranquiçado ou incolor quando pura mas a existência de impurezas pode colori-la de cinzento, azul, verde ou rosa. Possui uma dureza entre 3,5 e 4, densidade 3, brilho vítreo e cristaliza no sistema rômbico em cristais aciculares, tabulares ou em maclas pseudo-hexagonais. É muito menos estável que a calcite, a forma mais comum do carbonato de cálcio, do qual se pode distinguir pela sua maior dureza e gravidade específica. Depois de algum tempo a aragonite passa por uma fase de recristalização, transformando-se em calcite.
Como referenciar: Porto Editora – aragonite na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-20 00:39:15]. Disponível em