Araliáceas

Família de plantas angiospérmicas dicotiledóneas, constituída por cerca de 49 géneros e cerca de 700 espécies. Algumas plantas desta família são herbáceas, mas a maioria é lenhosa, de que muitas são trepadoras.
As Araliáceas (Araliaceae) encontram-se amplamente distribuídas pelas regiões tropicais e subtropicais. São raras nas zonas temperadas.
As folhas das Araliáceas são persistentes, alternas, compostas ou simples. Podem ser estipuladas e, por vezes, com glândulas presentes. As flores são pequenas e regulares, agrupando-se em inflorescências do tipo umbela. O perianto é geralmente simples, com cinco tépalas. Os estames e carpelos são, frequentemente, muito numerosos. O ovário é médio, com um ou dois óvulos por lóculo.
O fruto é um esquizocarpo, baga ou drupa.
As espécies mais conhecidas da família são as heras (Hedera helix), de que várias são ornamentais, e o ginseng, de que existem duas espécies Panax ginseng e Panax quinquefolius, cuja raiz é utilizada como estimulante e afrodisíaco desde a antiguidade mais remota, no Oriente e agora cada vez mais no nosso hemisfério.
A hera encontra-se em quase todo o velho mundo, mas em África encontra-se só no Norte. É muito frequente na Península Ibérica e nas Ilhas Baleares, em zonas de baixa e média altitude, em bosques e outros lugares sombrios e frescos, trepando às árvores, rochedos e muros ou no solo se não encontra suporte.
Como referenciar: Araliáceas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-26 10:40:08]. Disponível na Internet: