Arimino (Rimini)

Situado no norte de Itália, na região de Emília-Romanha, cuja capital é Bolonha, Arimino era o antigo nome da província e cidade de Rimini, na costa do mar Adriático.
No tempo de Santo António, aí se abrigavam muitos hereges. Um dia, quando Santo António subiu ao púlpito para pregar, quase todos se retiraram e fugiram. Persistente e inspirado, fez o seu sermão para aqueles que tinham ficado. Conta-se que foi tal a energia e a emoção das suas palavras que os hereges presentes, reconheceram os erros e resolveram mudar de vida. Insatisfeito por não ter levado a sua palavra a todos, Santo António retirou-se, solitário, para pedir a Deus a conversão da cidade. Uma vez que os homens ingratos não o ouviam, foi para as praias do Mar Adriático e, em altos brados, pregou aos peixes, incitando-os a louvar o Criador. Diante daquela voz imperiosa e daquelas palavras sábias, apareceram muitos habitantes das águas, distribuíram-se ordenadamente, por espécie e por tamanho, ergueram a cabeça da água e ficaram a ouvi-lo, atentamente.
No início do Sermão de Santo António aos Peixes, o Padre António Vieira diz que segue o exemplo de Santo António que pregava "em Itália na cidade de Arimino, contra os hereges, que nela eram muitos".
Como referenciar: Arimino (Rimini) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-23 19:54:23]. Disponível na Internet: