Armando Bógus

Ator brasileiro nascido a 19 de abril de 1930, em São Paulo, e falecido a 2 de maio de 1993, na mesma cidade, vítima de leucemia. Estreou-se como ator em teleteatros da TV Excelsior. No teatro, fez sucesso no papel de João Grilo no Auto da Compadecida e, mais tarde, a convite de Ruy Afonso, integrou juntamente com Rubens de Falco o grupo teatral Os Jograis. Experimentou o cinema em 1958 no filme Macumba na Alta e, em 1969, foi um dos atores a integrarem o primeiro elenco brasileiro do musical Hair. Em 1969 voltou a encarnar João Grilo, desta vez na adaptação cinematográfica de A Compadecida, onde atuou ao lado de Regina Duarte. Em 1975 participou na telenovela de sucesso da TV Globo Gabriela Cravo e Canela, uma adaptação da obra de Jorge Amado, onde Bógus interpretava o papel do árabe Nacib, apaixonado pela mulata Gabriela (Sónia Braga). Nos anos 80, teve um dos seus grandes sucessos no teatro na comédia Bonifácio Bilhões.
Dos seus papéis mais reconhecidos pelo público português, destaque para o machão Zé das Medalhas da novela Roque Santeiro (1985); o Sr. Modesto Pires de Tieta (1989) e o astuto Cândido Alegria de Pedra sobre Pedra (1992), o seu último trabalho na televisão.
Como referenciar: Armando Bógus in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-09 01:19:09]. Disponível na Internet: