Arménio Losa

Arquiteto português, Arménio Taveira Losa nasceu em 1908, em Braga, e faleceu em 1988, no Porto. Formou-se em arquitetura na Escola Superior de Belas Artes do Porto em 1932 e, em 1936, ingressou no Gabinete do Plano de Urbanização do Porto, sendo responsável, entre outros projetos, pelo arranjo urbanístico da zona envolvente da Sé do Porto finalizado em 1940. Realizou diversas obras de estilo moderno durante a década de 30.
Em 1939 funda um gabinete com Cassiano Barbosa, onde em conjunto desenvolvem uma obra pioneira em Portugal com influências de Le Corbusier e introdutora do Movimento Moderno em Portugal, com maior repercussão no Norte do país. O edifício mais paradigmático desta época será talvez o Bloco Habitacional na Carvalhosa no Porto(1945), onde apresenta propostas inovadoras na conceção da habitação. Foi também um lutador pela implementação do urbanismo moderno e pela criação de planos de ordenamento para o crescimento das cidades.
Foi um dos fundadores da ODAM (Organização dos Arquitetos Modernos), em 1947, que segue a doutrina do Movimento Moderno. Em 1953, participa no CIAM (Congressos Internacionais de Arquitetura Moderna) em Aix-la Provence.
Durante as décadas de 60 e 70, dedica-se sobretudo ao urbanismo concretizando os planos de urbanização de Matosinhos, Famalicão, Guimarães, Viana do Castelo, e outros.
Como referenciar: Arménio Losa in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-25 06:45:04]. Disponível na Internet: