Artigos de apoio

Arnold Schwarzenegger
Ator norte-americano nascido a 30 de julho de 1947, na pequena cidade de Thal, nas redondezas de Graz, na Áustria. Filho de pai carpinteiro, cedo descobriu a sua paixão pelo culturismo. O seu esforço e dedicação valeram-lhe os títulos de Mr. Universo e Mr. Olympia, entre outros títulos no mundo da musculação. Em 1968, resolveu ir viver para os Estados Unidos da América, com o intuito de melhorar de vida. Tendo em conta os seus atributos físicos, que lhe dariam grande popularidade junto do público, iniciou uma carreira cinematográfica. Contudo, as suas aparições iniciais foram dececionantes: Hercules in New York (1970) passou despercebido comercialmente e em The Long Goodbye (O Imenso Adeus, 1973), de Robert Altman, a sua participação cingiu-se a uma mera figuração. Seguiram-se papéis secundários em Stay Hungry (À Força de Músculos, 1976) e The Villain (Cactus Jack, o Vilão, 1979). A sua grande oportunidade surgiu com Conan the Barbarian (Conan e os Bárbaros, 1981). Daí para a frente, a sua participação em filmes de ação e aventura revelou-o como uma das maiores atrações de bilheteira dos anos 80 e 90. Conan, The Destroyer (Conan, o Destruidor, 1984), The Terminator (O Exterminador Implacável, 1984), Predator (Predador, 1987), Twins (Gémeos, 1988), Total Recall (Desafio Total, 1990) e Terminator II - Judgement Day (Exterminador Implacável II: O Dia do Julgamento, 1991) foram os melhores exemplos do seu sucesso. Depois de alguns fracassos de bilheteira, como End of Days (Os Dias do Fim, 1999), The Sixth Day (O Sexto Dia, 2000) e Collateral Damage (Danos Colaterais, 2002), regressou em força para encarnar, pela terceira vez, a figura de exterminador em Terminator 3: Rise of the Machines (Exterminador Implacável 3: Ascenção das Máquinas, 2003). Mas não foi só no cinema que Arnold se destacou: em finais dos anos 80, o então presidente dos EUA, George Bush, nomeou-o conselheiro especial para a forma física. Embora não fosse um cargo com peso político, abriu-lhe as portas para o mundo da política e permitiu-lhe estabelecer contactos importantes, tendo-lhe despertado o interesse por essa área. Encontra-se casado, desde 1985, com Maria Shriver, jornalista e sobrinha-neta de John F. Kennedy. Schwarzenegger resolveu enveredar por uma carreira política ativa, ao anunciar a sua candidatura a governador da Califórnia, em princípios de agosto de 2003. Apesar de a família da mulher ter tradições políticas ligadas ao Partido Democrata, Schwarzenegger preferiu tornar-se republicano. A 7 de outubro do mesmo ano, Arnold Schwarzenegger venceu as eleições, tornando-se governador do maior e mais rico Estado do país. É o segundo ator a ascender ao cargo de governador da Califórnia; o primeiro foi Ronald Reagan em 1967, antes de se tornar presidente em 1980.
Como referenciar: Arnold Schwarzenegger in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-09-25 03:46:38]. Disponível na Internet: