arroz

Designação comum de plantas herbáceas da família das Gramíneas e do género Oryza, originárias da Indonésia, Filipinas, Índia e sul da Ásia, onde se encontram as espécies espontâneas anteriores à do arroz atual.
O arroz adapta-se a climas húmidos ou secos, quentes ou frios, e a solos de condições diversas: salinos, alcalinos e ácidos. Das 23 espécies do género Oryza, apenas duas são cultivadas: a Oryza sativa - originária da Ásia, constituída por subgrupos de numerosas variedades de arroz e a mais conhecida e utilizada em geral - e a Oryza glaberrima - originária da África Ocidental, também variada e com um elevado valor nutritivo.
O arroz Oryza sativa é uma planta anual, com colmo oco, glabro e com nós, que pode atingir cerca de um metro de altura. As folhas são ásperas nas margens. As flores dispõem-se em espiguetas uniflorais, comprimidas lateralmente dispostas em panículas estreitas. Os frutos são cariopses aderentes às glumas e glumelas.
O Oryza sativa é muito cultivado em terrenos pantanosos ou alagados pelas suas cariopses comestíveis e ricas em vitaminas A, B e B2 . É uma planta lacustre estando bem adaptada para crescer em água, devido ao seu colmo oco que permite que oxigénio passe até às raízes.
O arroz germina as sementes a 12º C atingindo o seu maior desenvolvimento entre os 25 e 30º C. Além de ser utilizado na alimentação, é utilizado para o fabrico de bebidas alcoólicas como a cerveja de arroz e a aguardente de arroz.
Cultivado desde a Antiguidade, permitiu o aparecimento e desenvolvimento de civilizações, cooperando no seu crescimento social e económico, através dos sistemas agrícolas que não só contribuíram para aproximar e alimentar a população de várias regiões como também para evitar a erosão do solo, inundações e outras condições geográficas que pudessem impedir o crescimento dos povos.
Só começou a ser conhecido como alimento na Europa a partir do século VIII, época em que os Árabes o introduziram no sul de Espanha.
O arroz é cultivado em todos os Continentes (à exceção da Antártica) e, para além de ter entrado na nossa alimentação diária, influenciou culturas (na China realiza-se a "Festa de Iniciação da Terra" que anuncia a chegada da estação do arroz), religiões (como, por exemplo, o costume de atirar arroz aos noivos depois da cerimónia) e artes (como a pintura, a música e a literatura).
A China e a Índia são dos mais antigos produtores de arroz, que é uma das principais fontes de rendimento e alimento da população. No Japão, a tradição do consumo e produção do arroz é também muito antiga, o arroz é um dos mais importantes elementos culturais do país. Outro dos grandes produtores é o Egito, onde o arroz é uma boa fonte de rendimento, devido à sua exportação. A Itália é considerada como a maior produtora de arroz da Europa.
Para além de ser usado frequentemente na gastronomia de muitos países, é um alimento essencial no combate à fome nos países subdesenvolvidos.
O ano de 2004 foi considerado, pela Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO), o Ano Internacional do Arroz.
Como referenciar: arroz in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-23 14:39:38]. Disponível na Internet: