Às Portas do Céu

Filme épico norte-americano, escrito e realizado em 1980 por Michael Cimino, Heaven's Gate foi interpretado por Kris Kristofferson, Christopher Walken, Isabelle Huppert, Sam Waterston, Brad Dourif, John Hurt e Jeff Bridges, entre outros.
Tomando uma perspetiva revisionista do imperialismo americano, o filme baseia-se no incidente histórico conhecido como a "Guerra de Johnson County" (Johnson County War é o título alternativo da obra), ocorrido no Wyoming, para criar uma tapeçaria impressionista sobre o conflito existente entre os imigrantes pobres do Oeste e os abastados criadores de gado liderados por Frank Canton (Sam Waterston) e o seu pistoleiro contratado, Nate Champion (Christopher Walken). Entretanto, ocorre a graduação de James Averill (Kris Kristofferson), Billy Irvine (John Hurt) e outros idealistas em Harvard, em 1870. Averill decide ir para o Oeste para ajudar a desenvolver o território. Aí instalado como homem da lei, Averill toma conhecimento de um plano da associação de criadores de gado para contratarem um exército privado e assassinarem 125 imigrantes europeus recém-chegados acusados de serem anarquistas, ladrões e assassinos. Averill tenta impedir o massacre, mas do outro lado está o seu amigo Nate, que se torna também seu rival romântico na disputa pela afeição de Ella Watson (Isabelle Huppert). Monumental pela duração (cerca de 4 horas) e pelo detalhe da recriação histórica e cenográfica, com implicações óbvias ao nível dos custos (a exorbitância, para a época, de 36 milhões de dólares), tornou-se um dos maiores fiascos da história do cinema. Logo após as péssimas críticas que obteve na estreia, foi retirado de circulação e remontado. Foi relançado com menos 70 minutos, mas o insucesso manteve-se. Como consequência, a United Artists, que se tinha empenhado a fundo no filme, abriu falência e acabou por ser adquirida pela MGM. A carreira de Michael Cimino, promissor cineasta do oscarizado The Deer Hunter (O Caçador, 1978), ficou para sempre manchada.
Apesar de conter um trabalho de fotografia fora de série, da autoria de Vilmos Zsigmond, e de conseguir encenar muitas sequência notáveis, o filme não consegue equilibrar a sua narrativa de forma a manter emoção no espectador. Não é, todavia, unânime se se trata de uma obra-prima incompreendida ou de uma megalómana experiência hollywoodesca.
Selecionado para o Festival de Cannes de 1980, o filme foi ainda nomeado para o Óscar de Melhor Direção Artística.
Como referenciar: Às Portas do Céu in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-22 05:30:19]. Disponível na Internet: