asa delta

Desporto aéreo praticado ao sabor do vento, no qual o praticante se posiciona na horizontal, de barriga voltada para baixo, movimentando-se de forma a controlar a direção do aparelho.
A asa delta - equipamento que dá o nome à própria modalidade - é constituída por uma estrutura rígida, com tubos de alumínio e cabos de aço, e por uma asa de tela. Devido ao seu volume e peso, cerca de 35 quilos, é de difícil transporte e demora algum tempo a montar e desmontar. Apesar destas dificuldades, tem a vantagem de não precisar de uma pista para descolar, bastando encontrar uma montanha com alguma altitude e ter o vento de feição para fazer um voo perfeito. A descolagem é, aliás, fundamental para que tudo corra da melhor maneira. Este tipo de voo livre pode atingir os 80 a 100 Km/hora. Apesar de o delta ser considerado um aparelho seguro, ao mínimo erro pode acontecer um acidente com consequências muito negativas. Para voar em segurança é necessário utilizar capacete, arnês (cinta que o piloto usa para se suspender da asa), roupa apropriada para a altura a que se vai estar e um paraquedas de emergência. Para se praticar esta modalidade é necessário primeiro tirar um curso de asa delta que dura várias semanas.
Neste tipo de voo livre, o corpo funciona como elemento estratégico, uma vez que são os seus movimentos que conseguem mudar a direção da asa, atacando as correntes ascendentes e evitando os poços de ar. O praticante, pela posição alongada em que fica (deitado de barriga para baixo, o que oferece muitas vantagens de conforto), tem uma visão ampla da paisagem e da área que sobrevoa.
O voo em asa delta é considerado o mais perfeito, pelo facto de se voar ao sabor do vento.
Como referenciar: asa delta in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-16 08:25:59]. Disponível na Internet: