Assunção (cidade)


Aspetos Geográficos
Cidade e capital do Paraguai, Assunção situa-se nas margens do rio Paraguai, no Sul do país, e cresceu para as colinas num padrão de blocos retangulares. É umas das capitais mais quentes da América Latina. Tem 515 600 habitantes (2006), mas mais de 1,5 milhões na sua área metropolitana.

História e Monumentos É conhecida como a "mãe das cidades" por ser uma das cidades mais antigas da América do Sul. A cidade foi fundada no dia da Festa da Assunção (15 de agosto de 1537) por Juan de Salazar e Gonzalo de Mendoza, que aí construíram um forte e a batizaram de Nuestra Señora de la Asunción. Nesta altura, tornou-se o centro da província colonial espanhola, que incluía parte do Brasil, do Paraguai e da Argentina, sendo considerada a Grande Província das Índias. Foi a partir de Assunção que as expedições coloniais partiram à procura de outras cidades. Em 1731, surgiram os primeiros sinais de rebelião contra a soberania espanhola, pela independência do Paraguai, que acabaria por ser materializada em 1811. No final do século XIX e início do século XX, teve início um fluxo considerável de imigrantes da Europa e do Império Otomano, o que imprimiu à cidade uma importante dinâmica na área da construção que originou a prosperidade da mesma. Os principais monumentos da cidade incluem a Igreja da Encarnação, a Catedral, o Panteão Nacional dos Heróis e a Casa da Independência (chamada assim por ter sido neste local que se reuniam em segredo os futuros líderes do movimento de independência). Outros monumentos importantes são o Palácio de López (o palácio presidencial) e a Catedral Metropolitana.

Aspetos Turísticos e Curiosidades
Junto ao rio, pode ser admirada uma bela paisagem. Aos turistas agrada igualmente as áreas verdes dos parques Caballero e Carlos Antonio Lopez, assim como do Jardim Botânico. Merecem também uma visita o Museu Godoi e o Museu Nacional de Belas-Artes. A Rua Palma é a principal artéria comercial, repleta de lojas, restaurantes, cafés e praças. Pouca da cidade atual corresponde a construções anteriores ao século XIX, mas ainda conserva alguns traços coloniais. As principais universidades de Assunção são a Universidade Católica (privada, dirigida pela Igreja) e a Universidade Nacional de Assunção (estatal).

Economia
Sede do governo, centro industrial e cultural do país, possui ainda o principal porto fluvial do Paraguai. As principais indústrias incluem o calçado, os têxteis e o tabaco. Possui imponentes centros comerciais. Os transportes públicos são muito utilizados. É servida por um aeroporto internacional no subúrbio de Luque.
Como referenciar: Assunção (cidade) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-19 17:26:42]. Disponível na Internet: