auto novelesco

Encenações de episódios sentimentais cavaleirescos muito ao gosto da corte. Como as farsas desenvolvidas, são histórias dialogadas e monologadas no palco. Estes monólogos e diálogos tinham características líricas, indo de encontro aos padrões do amor cortês. Têm algumas características que fazem lembrar a comédia clássica, nomeadamente a importância do reconhecimento de personagens como aristocráticas que até então eram tidas como vilãs. Este reconhecimento tem como objetivo a resolução do conflito entre o amor e a desigualdade social, através do casamento.
Exemplo:
- A Comédia de Rubena, que conta a história de uma rapariga que foi enjeitada desde que nasceu até ao momento em que casou com um príncipe.
Como referenciar: Porto Editora – auto novelesco na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-11-28 02:38:18]. Disponível em