Bangladesh

Geografia
País da Ásia do Sul. Situado na costa norte do golfo de Bengala, abrange a secção terminal dos rios Ganges e Bramaputra. Possui uma área de 144 000 km2. Tem fronteira com o Myanmar, numa estreita faixa a sudeste, e toda a restante fronteira terrestre (leste, norte e oeste) é feita com a Índia. As cidades mais importantes são Daca, a capital, com 14 251 000 habitantes (2009), Chittagong (4 816 000 hab.) (2009), Khulna (1 636 000 hab.) (2009) e Rajshai (853 000 hab.) (2009).
Economia
A economia do Bangladesh baseia-se na agricultura, setor que ainda emprega a maior parte da população ativa. Os principais produtos cultivados são o arroz, a cana-de-açúcar, o trigo, a juta, a banana, alguns legumes, os condimentos e as especiarias, a manga, o ananás e o chá. Em termos de recursos energéticos, explora-se o gás natural e o petróleo. As confeções são a principal exportação do país e destinam-se, predominantemente, à Europa Ocidental e aos EUA. O Banco Mundial, os EUA e o Japão têm oferecido uma ajuda económica muito importante para o país. Os principais parceiros comerciais do Bangladesh são os Estados Unidos da América, o Japão, a Índia e a China.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita (toneladas métricas,1999), é de 0,2.
População
A população do Bangladesh é de 161 000 000 habitantes (est. 2012), o que corresponde a uma densidade de 1033,5 hab./km2, uma das mais elevadas do mundo. As taxas de natalidade e de mortalidade são, em 2012, respetivamente, de 22,5%o e 5,71%o. A esperança média de vida atinge 70,06 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,469 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) é de 0,524 (2006). Estima-se que em 2025 a população chegue a 177 milhões de indivíduos. Os naturais do Bangladesh correspondem a 98% da população total e os restantes 2% distribuem-se por várias etnias. As religiões mais importantes são o islamismo (87%) e o hinduísmo (12%). A língua oficial é o bengali.
História
Entre 1947 e 1971, o país foi designado por Paquistão Oriental, mas em 1971 tornou-se uma república independente, depois da destruição causada pela guerra contra o domínio paquistanês. Atualmente, o Bangladesh tem um governo democrático e multipartidário, em que o primeiro-ministro governa com um Parlamento.
Uma catástrofe natural abalou o país a 26 de dezembro de 2004. Nesse dia, registou-se o maior terramoto dos últimos tempos (8,9 graus da escala de Richter) com epicentro ao largo da ilha indonésia de Samatra. Este sismo originou maremotos que assolaram a costa de vários países do sudeste asiático, como o Sri Lanka, o mais afetado, seguido da própria Indonésia, da Índia, Tailândia, Malásia, Maldivas e do Bangladesh, tendo provocado milhares de mortos e de desalojados.
Como referenciar: Porto Editora – Bangladesh na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-27 01:14:47]. Disponível em