Banshee

Nome atribuído a fadas celtas que representavam a voz. Significa "mulher mágica" e veio do gaélico Bean-Sidhe, "mulher dos montes mágicos". As fadas também eram conhecidas como Bean Si ou entre os Escoceses das Terras Altas Bean-Nighe.
Representam o poder que a voz tem no ser humano, uma vez que elas normalmente só podia ser ouvidas e muito raramente vistas.
A sua voz era alternadamente suave e acariciante dirigida a quem amavam, ou um grito doloroso e lancinante causador de morte imediata a quem o ouvisse, segundo a mitologia irlandesa. Estes gritos de morte eram usualmente dirigidos a membros de famílias antigas e o prenúncio da morte de alguém sagrado ou venerável era dado quando várias Banshee se juntavam para carpir com o seu choro agudo. Devido ao choro contínuo os olhos das Banshee estavam sempre inchados e vermelhos, tinham longos cabelos esvoaçantes e apresentavam-se com um vestido verde debaixo de uma capa cinzenta.
Na versão escocesa, as Banshee lavavam as roupas dos que iam morrer, daí o nome Bean-Nighe (que significa aproximadamente "Pequena Lavadora no Baixio") e eram fisicamente disformes, com grandes seios pendentes, uma só narina e um dente frontal proeminente. O mortal que fosse suficientemente corajoso para se aventurar até junto de uma Banshee enquanto ela chorava e lavava as roupas e lhe conseguisse sugar os seios poderia obter a realização de um desejo depois de reclamar o direito de ser adotado como seu filho.

Como referenciar: Banshee in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 00:52:29]. Disponível na Internet: