Batalha de La Rochelle

A década de 20 do século XVII assiste à chegada ao poder, em França, de uma personagem que marcará boa parte da História europeia do seu tempo: o cardeal Richelieu. O rei Luís XIII reconheceu bem depressa a sua superioridade e confiou nele. Richelieu jamais se desviou das determinações do rei. Com o tempo, as ideias dos dois homens coincidiram de forma perfeita. Os primeiros tempos de Richelieu foram bastante difíceis. Ele tentou retomar a política dos conselheiros de Henrique IV (assassinado em 1610), renovou a aliança com as Províncias Unidas e aproximou-se da Inglaterra. Em 1625, uma nova revolta dos protestantes e as intenções espanholas sobre a Valtelina criaram-lhe novos problemas, que ele atacou de forma metódica. A fim de sujeitar os protestantes, reconciliou-se com a Espanha, estabelecendo um compromisso sobre a Valtelina (paz de Monçon, 1626). Naquele tempo, o poderio protestante em França tinha grande expressão; a tal ponto que, com a sua organização militar e as suas praças-fortes, formava um "Estado dentro do Estado", dispondo, inclusivamente, de alianças externas, como acontecia com a Inglaterra. Por isso, segundo V.-L.-Tapié, Richelieu empreendeu contra eles uma guerra de Estado e não de religião. A base principal dos protestantes era La Rochelle, uma cidade que se desenvolvera desde a Guerra dos Cem Anos, devido ao seu excelente porto. A sua estreita ligação ao movimento huguenote fez dela um constante palco de guerra. Richelieu sitiou-a por terra e bloqueou-lhe o porto com um molhe a fim de impedir a chegada dos reforços enviados pelo inglês Buckingham. Uma breve campanha nas Cévennes completou o êxito da empresa. Pelo édito de graça de Alès (junho de 1629), o rei assegurava a aplicação do Édito de Nantes, mas revogava os privilégios outorgados nos anexos, consolidando um regime de tolerância religiosa que devia durar meio século e garantir a obediência dos seus súbditos protestantes. A paz com a Inglaterra foi imediatamente restabelecida.
Como referenciar: Batalha de La Rochelle in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-23 01:48:57]. Disponível na Internet: