Batalha de Midway

Batalha da II Guerra Mundial. Ficou na História como um dos mais lendários episódios da guerra no Pacífico e, porventura, como um dos pontos-chave dessa mesma guerra. A Batalha de Midway ilustra o tipo de confrontação característico entre Aliados e japoneses: o envolvimento simultâneo de significativos meios navais e aéreos. Trata-se, aliás, de um dos mais importantes combates aeronavais da II Guerra Mundial, com pontos culminantes nos dias 4 e 5 de junho de 1942. Depois de Pearl Harbor (7-12-1941), os exércitos nipónicos ocuparam sistematicamente os mais importantes pontos estratégicos do Pacífico. Consideram os historiadores que a Batalha de Midway representou um grave erro tático por parte dos comandos japoneses, pois não havia qualquer razão para eles se interessarem por Midway, precisamente pelo escasso valor estratégico desse atol (ilhéu formado pela aglomeração e consolidação de corais). O combate entre unidades das esquadras nipónica e norte-americana acabou por se revelar decisivo. Até aí derrotados em todas as frentes, os americanos conseguiram vencer e impor pesadas perdas ao seu antagonista; por outro lado, o assalto a Midway representou a última grande ofensiva japonesa no Pacífico; a partir de então, os Aliados passam ao contra-ataque e os japoneses tiveram de lutar na defensiva.
Como referenciar: Batalha de Midway in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-20 22:02:48]. Disponível na Internet: