Benilde

Jovem de 18 anos, filha de Genoveva, uma histérica, cuja fé exaltada produzia excessos de devoção e perturbações da imaginação, e de um misantropo excêntrico, Benilde apresenta-se como paradigma de uma fé incondicional em Deus. Noiva de Eduardo, educada a ouvir falar de religião e de milagres, quando descobre que está grávida atribui o seu estado a um milagre do amor de Deus. A caracterização de Benilde depende, a partir desse momento, do ponto de vista em que cada uma das personagens se coloca face à possibilidade de alguém poder conceber sem pecado: hipócrita e simuladora para uns (a tia Etelvina), louca para outros (o médico), santa para os que a creem (o padre, Eduardo).
Como referenciar: Benilde in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-19 00:28:51]. Disponível na Internet: