Artigos de apoio

Beowulf
Era o rei dos Getas da Jutlândia (a Dinamarca ocupa a maior parte dos territórios da península da Jutlândia, tendo os Getas habitado esta península no século V). Demonstrando ter influência de Virgílio, o mais antigo poema épico conhecido em dialeto anglo-saxão composto cerca de 730 d. C. relata as aventuras de Beowulf que venceu um dragão e o monstro Grendel, assim como o feliz reinado que ele teve. Este poema é maioritariamente baseado em lendas, mas as narrativas do historiador do século VI Gregório de Tours (como a da batalha ganha pelo rei Hygelac ou Chlochilaichus no ano 510 d. C. em Ravenswood e da sua morte em 521 d. C. aquando da invasão dos Frísios) demonstram que alguns dos factos têm uma base histórica. Pensa-se ter começado a ser composto por volta de 700 d. C. com base nas lendas Volsung, Volund e Brisigmen e a ação passa-se sobretudo na Jutlândia e noutros sítios da Suécia, Dinamarca, na Ilha de Sjaelland, Países Baixos, sul da Alemanha e Polónia.
O manuscrito que existe data do ano 1000 d. C.
É sobrinho do rei dos Getas, Hygelac, e vai ajudar o rei Hrodgar à Dinamarca porque Grendel, um demónio marinho, lhe invadiu o palácio (chamado Heorot) e lhe comeu os súbditos. Beowulf corta-lhe um braço e o monstro foge. O braço foi pendurado no teto do magnífico palácio de Hrodgar como símbolo de triunfo. No entanto, a mãe de Grendel devora outro guerreiro e foge para um lago perseguida por Beowuf, que perde a espada durante o combate. Mas encontra outra, mágica, entre as águas e mata a mãe de Grendel. Tem depois notícia de que um dragão lhe invadiu as terras e se dirige para lá. Com Wiglaf mata-o e apodera-se do tesouro que o monstro guardava, havendo notórias semelhanças à lenda de Fafnir. No entanto, o combate deixou-o seriamente ferido e pouco depois morre, sendo o seu corpo queimado e enterrado num sepulcro com um tesouro. Wiglaf torna-se assim rei dos Getas.
Estes acontecimentos dão-se no século VI, data do enterro de ricos barcos na Suécia, em Valsgärde e Vendel, podendo este facto ter influenciado a lenda.
É também possível fazer uma interpretação bíblica do poema.
Como referenciar: Beowulf in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-07-28 03:55:45]. Disponível na Internet: