Bertrand du Guesclin

Condestável da França, nasceu por volta de 1320 perto de Dinan, mais propriamente em La Motte-Broons (costas do Norte, Bretanha). Em 1341 entrou para o serviço de Carlos de Blois, duque da Bretanha, combatendo os invasores ingleses. Em 1354 foi armado cavaleiro pelas mãos do seu novo senhor, Carlos de Blois. Dois anos depois, defendeu a cidade de Rennes do assalto do duque de Lancaster, mantendo-a até às tréguas de Bordéus, assinadas em junho de 1357. Mais tarde, Du Guesclin ou, como era conhecido, a Águia da Bretanha, serviu Carlos V de França, que lhe concedeu o cargo de lugar-tenente da Normandia e o título de conde de Longueville. Na batalha de Auray (1364) caiu prisioneiro dos ingleses, sendo posteriormente libertado contra o pagamento de um resgate. De seguida, reuniu um forte contingente de mercenários com os quais seguiu para Espanha, integrando a hoste de Henrique de Trastâmara nas lutas entre este e o seu meio-irmão Pedro, o Cruel, rei de Castela. Apesar de Pedro ter alcançado inicialmente importantes vitórias com o auxílio inglês, Du Guesclin terá garantido, em última análise, o trono para Henrique II. Em 1370 foi nomeado condestável de França por Carlos V e, até à sua morte, empenhou-se em expulsar os ingleses e colocar o ducado da Bretanha sob a autoridade do seu rei. Morreu em 1380, em Châteauneuf-du-Randon (Lozère).
Como referenciar: Porto Editora – Bertrand du Guesclin na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-24 02:07:07]. Disponível em