Big Brother

O programa de televisão "Big Brother" foi para o ar pela primeira vez em Portugal no dia 3 de setembro de 2000, no canal TVI, tendo sido apresentado como "a novela da vida real".
O primeiro "Big Brother" surgiu na Holanda em finais de 1999, mas rapidamente chegou a outros países como a Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos da América, Brasil, França, Itália, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, Suécia e Suíça, quase sempre envolvido em polémica e grandes audiências. O título "Big Brother" é baseado no livro 1984 de George Orwell, publicado em 1949, onde havia um ditador que através de câmaras controlava e condicionava os movimentos dos cidadãos. Este concurso, importado da Holanda, revolucionou a televisão em Portugal e consistiu em fechar numa casa doze concorrentes durante 120 dias, sempre isolados do exterior, com a particularidade de todos os seus passos serem filmados 24 horas por dia. A produção do programa, a cargo da empresa Endemol, selecionava as melhores imagens para transmitir todos os dias, mas havia também diversas ligações em direto à casa, localizada na Venda do Pinheiro, em Loures. Entretanto, os concorrentes, que antes não se conheciam entre si, tinham de cumprir diversas tarefas, impostas pela produção, para poderem ganhar dinheiro destinado a comprar alimentos. O objetivo dos concorrentes era chegar ao fim do concurso, para ganhar o prémio de 20 mil contos (99 759,60 euros), mas para isso tinham de escapar às nomeações dos restantes moradores da casa e aos votos do público. De duas em duas semanas, cada concorrente nomeava as duas pessoas que considerava menos importantes para si na casa e, depois, somados todos os votos, eram eleitos os participantes, num mínimo de dois, que iam ser submetidos à votação do público. Este, através do telefone ou da Internet, votava na pessoa que queria ver expulsa da casa. Ao fim de uma semana, era anunciado o residente expulso. Normalmente, cada concorrente excluído tinha uma grande festa à saída da casa e já cá fora enfrentava um novo mundo, pois todos os participantes se tornaram figuras muito populares. O sucesso do "Big Brother" foi de tal ordem que a segunda edição arrancou logo em janeiro de 2001, desta feita com 13 concorrentes, selecionados entre cerca de 40 mil candidatos. Posteriormente, realizaram-se mais edições, duas das quais com concorrentes famosos, constituídas por figuras do jetset, atores, cantores e dois famosos participantes da primeira edição. O programa foi tão bem sucedido que se tornou o principal responsável pelo lançamento definitivo da TVI como um canal de sucesso. Esta estação televisiva capitalizou ao máximo o efeito "Big Brother", o que a levou, nomeadamente, a incluir nos noticiários peças jornalísticas sobre o concurso e os seus concorrentes. As audiências da TVI subiram vertiginosamente, permitindo ao 4.º canal português bater uma série de recordes. O site do "Big Brother" na Internet foi também dos mais visitados de sempre.
Como referenciar: Big Brother in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-18 18:46:15]. Disponível na Internet: