Artigos de apoio

biquíni
Este traje constituído por duas peças foi criado em 1946 pelo desenhador francês Louis Rénard. Inspirado na experiência atómica levada a cabo no Atol Bikini (situado no Pacífico), deu o nome de "biquini" à sua criação, desejando que tivesse o mesmo impacto no mundo.

Não obteve logo a aceitação total da sociedade, que o considerava escandaloso. Nos anos cinquenta, as mulheres não estavam preparadas para usar peças de vestuário tão reduzidas, que mostravam o umbigo. Foi proibido em vários países incluindo Portugal.

Atrizes como Ava Gardner, Ursula Andress e Brigitte Bardot foram contra todos os preconceitos da época aderindo ao biquíni, como instrumento de sedução em filmes e em fotos. Foi nos anos 60 que o biquíni atingiu o auge de popularidade. Era muitas vezes usado como adorno em filmes e músicas, e como contestação política e social. Tornou-se um símbolo pop.

A partir da década de 60, a popularidade manteve-se e vários modelos foram sendo criados. No Rio de Janeiro tornaram-se populares os famosos biquínis "fio dental". A partir dos anos 90 a moda do fato de banho foi reavivada (especialmente por causa dos efeitos nocivos provocados na pele pela exposição aos raios solares), mas não tirou o lugar ao biquíni.



Como referenciar: biquíni in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-12-13 22:16:53]. Disponível na Internet: