birrefração (mineralogia)

Uma substância é birrefringente quando sendo anisotrópica tem a propriedade de decompor uma onda luminosa em duas ondas polarizadas com direções de vibração perpendiculares.
Todas as observações de minerais em lâmina fina com o microscópio petrográfico polarizante se fazem com luz polarizada. A luz polarizada que sai depois de atravessar o mineral, fá-lo desdobrada em dois raios refratados. Os planos de vibração da luz polarizada nos dois raios são perpendiculares entre si e deslocam-se com velocidades diferentes.
Estes dois raios apresentam-se em todos os minerais anisotrópicos, fenómeno que se denomina birrefringência. Só as substâncias amorfas (vidro, por exemplo) e os minerais do sistema cúbico são oticamente isotrópicos. Neste caso não se origina mais do que um raio refratado que é absorvido no analisador, não passando nenhuma luz para a ocular, pelo que as substâncias isotrópicas se observam extintas, isto é, escuras. Nos minerais anisotrópicos, pelo menos um dos raios pode atravessar o objeto, pois o plano de vibração não coincide com o do analisador. Quando as direções de vibração do mineral forem paralelas aos planos de vibração dos polarizadores, não passará nenhum raio e atinge-se a posição de extinção, de máxima escuridão. Esta extinção ocorre quatro vezes por cada volta completa da platina.
Numa dada secção de um mineral chama-se ângulo de extinção ao ângulo formado por uma direção de vibração e uma direção cristalográfica. Se quando se produz a extinção, a posição do mineral é tal que uma direção cristalográfica ou de clivagem é paralela à dos fios do retículo da ocular (que são os indicadores que materializam os planos de vibração do polarizador e do analisador), a extinção denomina-se reta. Se a extinção se produz quando a direção cristalográfica forma um determinado ângulo com os fios do retículo, a extinção denomina-se oblíqua. Na extinção simétrica, os fios do retículo são bissetrizes dos ângulos formados por duas direções de clivagem.
Nas posições intermediárias entre as de extinção, as secções dos minerais mostram diversas cores de interferência em função das radiações luminosas que atravessam o mineral.
Como referenciar: birrefração (mineralogia) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 11:03:05]. Disponível na Internet: