blues

As raízes do estilo musical blues remonta às canções de lamento de uma sociedade afro-americana surgida da Guerra Civil afetada pela escravatura, pela pobreza ou pela opressão racial. Com o epicentro localizado no Delta do rio Mississippi, o blues tradicional incide na vida difícil do trabalhador negro nos campos de algodão e exprime o seu lamento, muitas vezes num misto de melancolia e ironia.
As primeiras composições escritas datam dos anos 10: "Memphis Blues" (1912) e "St. Louis Blues" (1914), ambas de W.C. Handy (1873-1958). Em 1920, Mamie Smith grava o primeiro tema cantado: "Crazy Blues". Outras vozes femininas atingem grande sucesso como Bessie Smith e Billie Holiday. Durante os anos 20, o blues torna-se um fenómeno de popularidade com nomes como Charlie Patton, Son House, Blind Lemon Jefferson, Robert Johnson ou Lightnin' Hopkins a assumir particular destaque. Os movimentos migratórios dos anos 30 e 40 em direção ao norte dos Estados Unidos propiciam a urbanização do blues. Chicago e Detroit convertem-se em centros de forte incidência de uma nova sonoridade: assiste-se à amplificação da guitarra e à consequente evolução da sonoridade tradicional do blues, nomeadamente através do talento de "bluesmen" como Muddy Waters (o mestre da "slide guitar"), Willie Dixon, John Lee Hooker, Howlin' Wolf, James Cotton e Elmore James, entre outros.
Outros grandes nomes do blues incluem Big Bill Broonzy, Otis Spann, Bo Diddley, B.B. King, Lowell Fulson, Sonny Boy Williamson, Memphis Slim e Buddy Guy.
O blues está na origem de estilos como o jazz, o pop e o rock. Artistas como os Yardbirds, os Rolling Stones ou Eric Clapton sofreram a sua influência.
Como referenciar: blues in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-17 15:34:44]. Disponível na Internet: