Artigos de apoio

Bonifácio (gato)
Figura da obra Os Maias (1888) de Eça de Queirós, Bonifácio é o velho gato de Afonso da Maia e o seu fiel companheiro. Este "pesado e enorme angorá branco com malhas louras" representa, através das suas metamorfoses, desde o tempo em que, nascido em Santa Olávia, se chamava simplesmente "Bonifácio", até ao momento em que, "dorminhoco e obeso", merece o epíteto eclesiástico de "Reverendo Bonifácio", a passagem do tempo e os desgastes que ele provoca. Quando Afonso morre, o miar de Bonifácio é "saudoso como o de uma dor humana". Algum tempo depois, Bonifácio morre em Santa Olávia, e o procurador Vilaça manda erigir-lhe um mausoléu debaixo das janelas do quarto de Afonso.
Como referenciar: Bonifácio (gato) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-12-13 01:25:37]. Disponível na Internet: