bowling

O bowling tem uma longa história. Em 1930, um antropologista britânico, Sir Flinders Petrie, descobriu uma sepultura de uma criança egípcia, datada de 5200 a. C., que continha vários objetos semelhantes a bolas e pinos utilizados no bowling.
Este é um jogo simples que pode ser jogado individual, ou coletivamente, e que requer apenas alguma técnica de lançamento. O objetivo consiste em derrubar o maior número de pinos, lançando uma bola (de peso não superior a 7,26 Kg) através de uma pista com cerca de 19 metros de comprimento. Os pinos têm forma de garrafa e são dispostos em triângulo no fim da pista, com o vértice voltado para o lançador. A bola tem três orifícios para ajustar-se confortavelmente aos dedos do jogador. Uma partida é composta por dez jogadas com dois lançamentos cada. Quem conseguir derrubar os dez pinos de uma só vez, obtém um strike.
O bowling sofreu evoluções ao longo da história. Na América, tornou-se um dos jogos mais populares. Em 1841, no estado de Connecticut, as pistas de bowling de nove pinos, como era então jogado, foram proibidas devido ao aumento considerável de apostas. Para tornear essa lei, foi acrescentado mais um pino ao jogo, dando origem o bowling de dez pinos jogado hoje.
A 9 de setembro de 1895 nasceu o American Bowling Congress, em Nova Iorque, que foi a entidade responsável pela uniformização das regras na indústria do jogo. Para os fãs e curiosos do bowling, abriu em 1984 o International Bowling Museum, em St Louis, Missouri, nos EUA. O museu permite percorrer toda a história deste desporto, desde as suas origens.
Como referenciar: bowling in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-18 13:53:57]. Disponível na Internet: