branco

Com um sentido de absoluto, o branco significa a totalidade e a ausência. Concentrando em si todas as cores, o seu resultado é uma aparente ausência de cor. Símbolo da sabedoria, é a cor dos candidatos e daqueles que se querem iniciar numa área nova de conhecimento, porque simboliza a transição entre a morte e o renascimento iniciáticos e simbólicos. Tradicionalmente, por ser a cor da passagem, o branco é a cor do luto e da morte no Oriente ainda hoje, como o era antigamente também na Europa. Os povos representam-no nas suas tradições como a cor do Este e do Oeste. É a cor da Lua mas também do Sol, no seu auge ofuscante, e ainda o tom brilhante das estrelas. É a cor das almas penadas e dos fantasmas em culturas não europeias.
Entre os astecas, o branco era a cor das vestes e das plumas que ornavam os guerreiros que eram sacrificados aos deus Sol porque já se encontravam prometidos ao astro-rei. Os deuses da mitologia asteca se passavam por rituais de renascimento também eram representados usando ornamentos brancos. Símbolo da pureza e da virgindade é a cor das noivas e das jovens nos rituais católicos da comunhão, o que não significa necessariamente que seja positivo ou negativo, pois nada acontece, mas sim que é um estado de espera para algo que vem a seguir. O branco era também a cor das vestes dos primeiros cristãos quando acabavam de ser batizados, significando assim a sua disponibilidade para que Deus escrevesse neles os seus ensinamentos como nas páginas de um livro.
Em África, os jovens que sofrem o ritual da circuncisão e são afastados da sociedade durante um período de tempo, pintam a sua cara de branco exatamente para ilustrar essa ausência e esse período em que nada acontece. O mesmo se passa com as viúvas que cobrem o rosto de branco no período de luto. O branco é também a cor da classe sacerdotal entre os celtas, como entre os cristãos e também no budismo. Na sua transfiguração, perante os apóstolos Pedro, Tiago e João, Jesus assumiu uma brancura triunfal e resplandecente.

Como referenciar: branco in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 01:34:47]. Disponível na Internet: