Brazzaville


Aspetos Geográficos
Capital e principal cidade da República do Congo, Brazzaville está localizada no Sudoeste do país, na margem norte do rio Congo. Do outro lado do rio fica a capital da República Democrática do Congo, Kinshasa, sendo o único caso do mundo em que duas capitais nacionais se encontram apenas separadas por um rio. Brazzaville constitui uma comuna separada administrativamente das outras regiões do país, cercada pela região de Pool, da qual fez parte até 1980. Tem cerca de 1 174 000 habitantes (2005).

História e Monumentos A cidade foi fundada em 1880 no local de uma aldeia chamada Nkuna pelo historiador e colonizador francês Pierre Savorgnan de Brazza, que deu depois o seu nome à mesma. O chefe da aldeia assinou um tratado com o explorador subjugando as suas terras ao império francês. A cidade foi construída quatro anos depois de forma a competir com Léopoldville (atual Kinshasa), construída pelos belgas do outro lado do rio. Em 1910, Brazzaville tornou-se capital da África Equatorial Francesa (que incluía o Gabão, o Chade e a República Centro-Africana) e teve um desenvolvimento considerável após a Segunda Guerra Mundial, altura em que foi quartel-general das Forças Francesas Livres em África. Em 1944, teve lugar na cidade uma conferência determinante, organizada por iniciativa do General De Gaulle, na qual foi traçado o futuro das colónias ultramarinas francesas após a guerra. Até aos anos 60, a cidade encontrava-se dividida em duas secções: uma europeia (correspondente ao centro) e outra africana. No final do século XX, a cidade foi palco recorrente de conflitos regionais, nomeadamente entre rebeldes e forças governamentais do país e entre forças dos dois Congos e de Angola.

Aspetos Turísticos e Curiosidades
Desde a sua fundação que a cidade acumulou uma quantidade considerável de edifícios históricos de assinalável qualidade, conservando uma paisagem urbana onde pode ser lida por estratos a história congolesa. Os principais pontos turísticos da cidade incluem a Catedral (de 1892), a Basílica de Santa Ana (conhecida pelo seu telhado verde), construída em 1949 por Roger Erell, e a Casa de Charles De Gaulle (de 1942). Destaque ainda para a Torre Elf, o Palácio do Congresso, o Museu Marien Nguouabi, o Jardim Zoológico, o Palácio Episcopal (soberba mansão colonial de 1893) e o Mausoléu de Pierre Savorgnan de Brazza, entre muitos outros.


Economia
Centro financeiro e administrativo do país, Brazzaville é um importante porto fluvial no ponto navegável a jusante dos sistemas dos rios Zaire-Ubangui. Está igualmente ligado ao porto de Pointe-Noire por linha-férrea. Tornou-se também um importante local de transbordo de mercadorias, especialmente de exportação para outros países da África Central. As suas principais indústrias incluem oficinas de reparação ferroviária, estaleiros navais e fábricas de bens de consumo. Possui um aeroporto internacional.
Como referenciar: Brazzaville in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-26 07:48:22]. Disponível na Internet: