bronze (mitologia)

Obtido a partir de uma liga de metais, nomeadamente o estanho, a prata e o cobre, o bronze tem em si reunidas forças diversas e complementares, já que tanto o estanho como a prata são metais associados com a Lua e o cobre é associado com o Sol e o fogo. Como todos os metais, o bronze, tanto na sua criação como na sua posterior alteração de forma, necessita de passar por um processo de fusão, portanto, por uma transformação e uma purificação. É atribuída a Cíniras, primeiro rei de Chipre, a invenção da liga do bronze.
Na tradição ocidental, o bronze simboliza a força militar. O som do bronze dos canhões e dos sinos pode ser motivo de regozijo, mas também um sinal temível de ameaça e guerra. Na mitologia grega, Zeus é suposto ter criado uma raça de homens de bronze, de coração duro, temíveis e aterrorizadores que tinham em Talo o seu exemplar mais cruel. Talo tinha apenas uma parte mais frágil em todo o seu corpo de bronze, que era uma pequena veia que Medeia conseguiu abrir por artes mágicas, provocando a morte de Talo e o fim da raça dos homens de bronze.
De bronze eram os vasos do templo de Zeus, bem como o teto do templo da deusa romana Ceres e, entre os Egípcios, acreditava-se que esse era o metal de que era feita a abóbada celeste. Empédocles tinha sandálias de bronze talvez como símbolo do seu afastamento ou isolamento do mundo terreno e impuro, que foram rejeitadas pelo Etna, quando este se lançou para dentro do vulcão para que os homens ficassem com uma prova dos seus ensinamentos enquanto que ele era admitido junto dos deuses.
O bronze era um metal considerado sagrado, tanto no Oriente como no Ocidente, e com eles foram fabricados instrumentos do culto tanto entre os hebreus, com a sua serpente de bronze, como entre os cristãos e os budistas. Na lenda da corça de pés de bronze, a existência do metal pode simbolizar a independência e pureza da corça, que consegue sempre esquivar-se dos seus perseguidores pelo facto de estar isolada do mal através do bronze.
Como referenciar: Porto Editora – bronze (mitologia) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-04 20:09:03]. Disponível em