Artigos de apoio

Bryan Ferry
Cantor e compositor inglês, Bryan Ferry nasceu a 26 de setembro de 1945, em Washington, Inglaterra. Em inícios da década de 70, formou os Roxy Music com Brian Eno, Paul Thompson, Phil Manzanera e Andy Mackay. Considerado um dos principais grupos do glam-rock, atingiu o sucesso com temas como "Love Is The Drug", "Dance Away", "More Than This" ou "Avalon". A carreira a solo de Bryan Ferry desenvolveu-se em paralelo com a dos Roxy Music. Contudo, Bryan Ferry é mais conhecido como o vocalista dos Roxy Music do que propriamente pela sua carreira a solo.
Estreou-se a solo em 1973 com o álbum These Foolish Things, um conjunto de versões, das quais se destacam o tema-título "A Hard Rain's a-Gonna Fall" (Bob Dylan) e "Sympathy For The Devil" (Rolling Stones). Seguiram-se Another Time, Another Place (1974), uma nova coleção de versões, Let's Stick Together (1976), covers e remixes dos Roxy Music e também algumas versões, In Your Mind (1977), o primeiro disco composto inteiramente por material original, e The Bride Stripped Bare (1978), onde surgem, de novo, algumas versões, embora também contemple alguns originais. Deste conjunto de trabalhos destacaram-se temas como "Smoke Gets In Your Eyes" (1974), "Let's Stick Together" (1976) e "Take Me To The River" (1978).
A década de 80 revelar-se-ia pouco profícua na produção a solo de Bryan Ferry, tendo gravado apenas dois álbuns: em 1985, Boys And Girls, trabalho que incluiu os êxitos "Slave To Love" e "Don´t Stop The Dance"; em 1987, Bête Noire, no qual podemos encontrar temas como "Kiss And Tell" (o único top 40 do cantor a solo) e "The Right Stuff".
Nos anos 90, Bryan Ferry gravou mais dois álbuns de originais, Taxi (1993), outra coleção de versões, e Mamouna (1994), dos quais fizeram parte temas como "I Put A Spell On You" e "Your Painted Smile".
Em 1999, editou As Time Goes By, um conjunto de versões de clássicos do jazz. Após uma breve tournée de promoção deste disco, surgiram os primeiros rumores de uma reunião dos Roxy Music, separados desde o início da década de 80. No verão seguinte, foram confirmados esses rumores quando Bryan Ferry, Andy Mackay e Phil Manzanera realizaram uma digressão na Europa e nos EUA, celebrando a carreira da banda. Em 2002, Ferry retomou a carreira a solo com o disco Frantic. Este longo-duração contém temas originais e algumas versões, nomeadamente duas canções de Bob Dylan.
Como referenciar: Bryan Ferry in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-09-25 03:47:32]. Disponível na Internet: