Artigos de apoio

buraco negro
Os buracos negros são objetos (ou regiões) com um campo magnético tão poderoso que absorvem toda a energia que passe relativamente perto deles, incluindo a luz, o que os torna invisíveis. São formados no colapso gravitacional, após o esgotamento do combustível termonuclear de estrelas ou outros corpos (na fase final da sua evolução) com elevada massa e de onde não é possível sair matéria nem qualquer tipo de radiação, incluindo a luminosa.

Se a massa de uma estrela tiver cerca de 1,4 massas solares, o colapso pode ser parado e dá lugar a uma anã-branca. Se, por sua vez, a massa for ligeiramente superior, surgirá uma estrela de neutrões. No caso da massa final ultrapassar cerca de três vezes a massa do Sol, a contração gravitacional continuará indefinidamente até originar uma singularidade infinitamente densa.

Embora a matéria esteja praticamente condensada num ponto, a sua ação estende-se por uma região do espaço aproximadamente esférica, cuja fronteira é designada por horizonte do acontecimento. Nesta região, o raio é proporcional à sua massa, e é denominado de raio de Schwarzschil. É a esta região que se dá a denominação de buraco negro.

O estudo teórico dos buracos negros baseia-se na utilização da relatividade geral. Um buraco negro pode ser caracterizado por apenas três propriedades: a massa, o momento angular e a carga elétrica.

Nos últimos anos tem-se procedido a uma procura sistemática de buracos negros nas fontes binárias de raios X, com as duas componentes muito próximas. Já foram detetadas algumas fontes que podem ser possíveis candidatos. Entre elas salienta-se a fonte de raios X, Cisne X-1, formada por uma estrela supergigante luminosa de aproximadamente 20 vezes a massa do Sol, acompanhada de pequeno corpo invisível, com uma massa de cerca de 10 vezes a massa do Sol. Pensa-se que este corpo seja um buraco negro.

Também tem sido postulado que os buracos negros são fontes de energia dos quasares (objetos astronómicos com forma de estrelas) e possíveis geradores de ondas gravitacionais. Os teóricos preveem também a existência de mini buracos negros. Tais corpos podem ter sido formados imediatamente após o Big Bang, quando o universo foi criado.
Como referenciar: buraco negro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-06-27 01:11:51]. Disponível na Internet: