Cadaval


Aspetos Geográficos
O concelho do Cadaval, do distrito de Lisboa, localiza-se no seu extremo norte, no sopé da serra de Montejunto. A cerca de 40 quilómetros de Lisboa, situa-se entre os concelhos de Azambuja a este, Alenquer a sul, Torres Vedras a sudoeste, Bombarral a oeste (distrito de Leiria), Caldas da Rainha a norte (distrito de Leiria) e Rio Maior a nordeste (distrito de Santarém). Integra-se na Região Centro (NUT II) e no Oeste (NUT III).
O concelho do Cadaval ocupa uma área de 174 km2, na qual se distribuem 10 freguesias: Alguber, Cadaval, Cercal, Figueiros, Lamas, Painho, Peral, Pero Moniz, Vermelha e Vilar. Em 2005, o concelho apresentava 14 254 habitantes.
O natural ou habitante de Cadaval denomina-se cadavalense.

História e Monumentos
Neste concelho, destacam-se do seu património arquitetónico a Capela da Nossa Senhora das Neves, a Igreja Matriz do Cadaval (em honra a Nossa Senhora da Conceição), a Igreja Matriz do Cercal, a Igreja do Espírito Santo em Vermelha, a Real Fábrica do Gelo (séc. XVIII), na serra de Montejunto, e as ruínas do primeiro convento da ordem de S. Domingos (séc. XIII).

Tradições, Lendas e Curiosidades
Das inúmeras festas que se realizam neste concelho destacam-se as festas anuais de verão em Boiça do Louro, Tojeira, Palhais, Figueiros, D. Durão, Vilar, Vermelha, Chão de Sapo, Murteira, Painho, Ventosa, Peral, Adão-Lobo, Sobrena, Barreiras, Alguber e Dagorda.
Igualmente se destacam a Festa Anual da Espiga (em maio), em Palhoça, Casal Cabreiro e Casais do Peral; a Festa anual de Nossa Senhora das Candeias (em fevereiro), em Corujeira; a Festa em honra da Nossa Senhora das Neves (5 de agosto); a Festa/Homenagem ao Emigrante (14 de agosto), no Cadaval; e a Festa da Adiafa das Vindimas (12 a 19 de setembro), no Cadaval.
O feriado municipal ocorre a 13 de janeiro.
O Festival da Cerveja do Oeste (16 e 17 de maio), em Murteira, a Animarte (em junho), no Cadaval, o encontro de ranchos folclóricos (13 de julho), na serra de Montejunto, o tradicional Baile das Vindimas e a eleição da Rainha das Vindimas (20 de setembro), no Cadaval, são outros eventos a considerar.
No artesanato salientam-se os trabalhos de cerâmica, a tanoaria e a cestaria.

Economia
A economia do concelho tem por base o setor primário, pois é no setor agrícola que se encontra a maior parte da população ativa residente. O vinho e as frutas (principalmente a pera rocha) são as produções dominantes na agricultura. A silvicultura também tem alguma importância, nomeadamente no que diz respeito à exploração do eucalipto.
Na indústria, é a extrativa (exploração de britas e basaltos) que gera mais empregos no setor secundário, conjuntamente com a de construção civil.
O comércio alimentar e misto destaca-se neste concelho, apesar de atualmente se começarem a desenvolver o comércio e os serviços não alimentares.
Como referenciar: Cadaval in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-11 16:59:35]. Disponível na Internet: