canyon submarino

Os canyon submarinos são depressões em forma de vale originados no talude continental e que podem atingir a profundidade de 3 km. Foram possivelmente escavados por correntes turvas.

As correntes turvas são movimentos descendentes de água densa carregada de sedimentos. Formam-se quando a areia e lodo da plataforma e talude continental são deslocados em suspensão. Desde que este tipo de água é mais denso que a água normal do oceano, corre no talude continental como uma massa, erodindo e acumulando mais sedimentos à medida que avança. O trabalho erosivo repetidamente realizado por esta torrente de lodo deve ser a principal causa da escavação de muitos canyons submarinos.
As correntes turvas originam, geralmente ao longo da plataforma e do talude continental, vales em V. Eventualmente desaparecem a qualquer momento e espalham-se no fundo dos oceanos. A velocidade da corrente diminui e os sedimentos começam a depositar-se. Primeiro deposita-se a areia grosseira, seguida sucessivamente por detritos cada vez mais finos terminando por depositar-se as partículas argilosas.

As correntes turvas são um mecanismo muito importante do transporte de sedimentos nos oceanos. Pela ação das correntes turvas, os canyon são escavados e os sedimentos espalhados no fundo dos oceanos.
Como referenciar: canyon submarino in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 05:07:54]. Disponível na Internet: