Capela de S. Martinho

Nas proximidades da Universidade da Beira Interior, a Capela de S. Martinho da Covilhã é um exemplar da arquitetura românica provincial, provavelmente ainda edificada no século XII. Desde 1963 que este modesto templo está classificado como Imóvel de Interesse Público.
Construída em sólido granito serrano, esta capela românica apresenta uma fachada com superfícies trabalhada por aparelho de cantaria, rasgado na frontaria por um portal de dupla arquivolta, assente em dois pares de colunas capitelizadas. Num plano recuado destacam-se as ombreiras do portal, sobre as quais repousa um desardonado tímpano. Superiormente abre-se uma interessante e invulgar fresta em arco pleno, ladeada por duas pequenas colunas capitelizadas. A empena é de configuração triangular, com telhado de duas águas, encimado por cruz grega. Lateralmente corre uma cornija modilhonada e levanta-se na empena um arco-sibeiro.
O interior é simples e austero, com duas interessantes tábuas de pintura antiga, alusivas a Sto. Estêvão e a S. Lourenço. Uma outra tela, barroca e composta no século XVIII, ilustra um Calvário.
Como referenciar: Capela de S. Martinho in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-25 12:00:58]. Disponível na Internet: