cardo

Designação comum de plantas herbáceas do género Carduus e da família das Asteráceas.
As espécies do género Carduus são plantas anuais ou vivazes, com caule, de modo geral, alado e espinhoso.
As folhas são espinhoso-dentadas, subinteiras a penatissetas. As flores dispõem-se em capítulos medianos a grandes, mais ou menos globosos a cilíndricos, e com invólucro de brácteas geralmente plusseriadas. São flores de cor púrpura, raramente rosadas ou brancas, de corola com tubo fino e limbo pentalobado, com um dos lóbulos mais comprido. As anteras são sagitadas, com apêndices basais delgados inteiros ou lacerados.
Os frutos são aquénios, com um tamanho que pode variar entre os três e 10 milímetros, glabros e com papilho.
São exemplos de cardos do género Carduus o C. arvensis (Sin. Cirsium arvense), conhecido por cardo ou cardo-das-vinhas, e o C. tenuiflorus, conhecido por cardo, cardo-anil ou cardo-azul.
A designação cardo é ainda vulgarmente utilizada para espécies de outros géneros de Asteráceas como, por exemplo, a Carlina corymbosa (cardo ou cardo-amarelo), a Carlina gummifera (cardo-do-visco), a Carlina racemosa (cardo-asnil), a Carlina salicifolia (cardo-branco ou carlina), a Centaurea calcitrapa (cardo-estrelado ou calcitrapa), a Cynara cardunculus (cardo-do-coalho ou cardo-manso) e a Silybum marianum (cardo-de-Santa-Maria ou cardo-leiteiro), e para espécies de outras famílias, como, por exemplo, a Dipsacus sativus (cardo-cardador ou cardo-penteador), da família das Dipsacáceas, e a Eryngium dilatatum (cardo-azul), da família das Apiáceas.
Como referenciar: cardo in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-01 23:00:29]. Disponível na Internet: