Carlos Amaro

Autor dramático, jornalista e deputado nas primeiras legislaturas republicanas, nasceu em 1897, na Chamusca, e faleceu em 1946, em Lisboa. Colaborou com crítica literária em Contemporânea e O Diabo e foi responsável pela divulgação da poesia de Camilo Pessanha. Estreou-se com a publicação de Cena Antiga, peça inspirada no ambiente académico de Coimbra, mas ficou na história da literatura dramática como autor do "grande auto ou mistério em seis quadros", São João Subiu ao Trono (Lisboa, 1935), peça infantil em verso, dedicada à filha e ilustrada por Sarah Afonso, que funde a ingenuidade do conto maravilhoso com a tradição da comédia pastoril vicentina.
Como referenciar: Carlos Amaro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-19 02:35:08]. Disponível na Internet: