Carlos de Laet

Escritor, jornalista e professor brasileiro, Carlos Maximiliano Pimenta de Laet nasceu a 3 de outubro de 1847, no Rio de Janeiro, no Brasil.
Formou-se em Engenharia e, não querendo seguir carreira, dedicou-se ao jornalismo e à docência, lecionando Português, Geografia e Aritmética no Colégio Pedro II. Em 1889, atraído pela política, foi eleito deputado, mas, com a Proclamação da República, não chegou a exercer o cargo. Mantendo-se fiel aos ideais monárquicos e recusando-se a aceitar a mudança de nome do colégio, que passaria então a chamar-se Instituto Nacional de Instrução Secundária, foi demitido e, pouco depois, aposentado por ordem do ministro da Educação, Benjamin Constant. Somente durante o governo de Venceslau Brás, o escritor conseguiu recuperar as suas funções de docente no Internato Pedro II (do qual foi também diretor) que exerceu até 1925, data da sua aposentação definitiva. Para além deste estabelecimento de ensino, foi também professor no Externato de São Bento, no Seminário de São José e noutras instituições de ensino particular. Profundamente católico, foi presidente do Círculo Católico da Mocidade e foi-lhe ainda conferido o título de Conde pelo Vaticano. Como jornalista, iniciou-se, em 1876, no Diário do Rio, colaborando, depois, com o Jornal do Comércio, Tribuna Liberal, Jornal do Brasil, Comércio de S. Paulo e Revista Brasileira. Sofreu perseguições por altura da revolta da Armada (1893) e decidiu refugiar-se em São João del Rei, no Estado de Minas Gerais.
Membro fundador da Academia Brasileira de Letras da qual foi presidente entre 1919 e 1922, Carlos de Laet publicou vários livros, como Poesias (1873), Em Minas ( 1894), Antologia Nacional (1895, em coautoria com Fausto Barreto), A Descoberta do Brasil (1900), Heresia Protestante (1907), entre outras. Criticou e ironizou o Modernismo e ficou associado à "Polémica Célebre" (tal como é conhecida no Brasil) com Camilo Castelo Branco sobre o Cancioneiro Alegre (1879), obra na qual Camilo comentava o trabalho de escritores portugueses e brasileiros.
Carlos de Laet faleceu a 7 de dezembro de 1927, no Rio de Janeiro.
Como referenciar: Carlos de Laet in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-25 06:38:37]. Disponível na Internet: